Reine sobre mim

Neste final de semana super ultra mega corrido, sobrou tempo para assistir ao filme que passou no supercine da globo… era um filme que estava marcado na minha pequena listinha de filmes que ainda quero assistir e não me arrependi…

O filme emociona, faz pensar… e tem uma trilha sonora de tirar o fôlego: The Who; The Pretenders; Bruce Springsteen e The Killers são apenas algumas das bandas.

Agora está na lista dos filmes que eu Recomendo! 😉 #ficaadica

– Reine sobre Mim [Reign Over Me] / 2007


Elenco: Adam Sandler, Don Cheadle, Jada Pinkett Smith, Liv Tyler, Saffron Burrows, Cicely Tyson, Robert Klein, Melinda Dillon.
Direção: Mike Binder
Gênero: Drama
Distribuidora: Columbia Pictures
Estreia: 13 de Julho de 2007

Sinopse: Dois antigos colegas de alojamento escolar Charlie Fineman (Adam Sandler) e Alan Johnson (Don Cheadle) se encontram muitos anos depois e retomam sua amizade. Charlie, que recentemente perdeu sua esposa e filhos, está fugindo de sua própria vida, enquanto Alan está sobrecarregado por sua família e por responsabilidades profissionais. O reencontro oportuno se transforma numa corda salva-vidas para Charlie e Alan, ambos desesperadamente necessitando de um amigo de confiança nesse momento crucial de suas vidas.

Curiosidades:
» ‘Reine Sobre Mim’ foi escrito e dirigido por Mike Binder (‘A Outra Face da Raiva’)

Fonte: http://www.cinepop.com.br/filmes/reinesobremim.htm

The Who – love, reign over me

Anúncios

Libertadores. Que venha a próxima.


Texto escrito pela Nike e divulgado na Folha de S. Paulo.

Libertadores. Que venha a próxima.

Ao apito do juiz, já sabíamos a sentença.
E, na sentença do futebol, não cabe recurso.
Era garantir ou perder a vaga.
Perdemos.

Mas somos corinthianos, sofredores. E se tem coisa
que o sofrimento ensinou pra gente foi que ele tem
que durar pouco. Que depois da derrota sempre vem
um ponto final. Ponto.

No instante seguinte, começa uma nova fase.
outra história. Um novo momento pra gente
reaprender como se grita, conta, clama.
Como se cobra, pede, exige. E que, acima
de tudo, como se ama o Corinthians.

Esse instante já chegou.