Scrapbooking Digital

[por Fernanda Marini]


Quando a fotografia foi inventada, em 1839, as pessoas passaram a guardá-las como recordação, dentro de cadernos e álbuns de memórias. Foi assim que iniciou-se o processo que conhecemos hoje.

O Scrapbooking é a arte de juntar fotos e recordações em um álbum, de maneira criativa, preservando memórias, fatos e perpetuando as histórias. Personalizando as páginas e fazendo com que os momentos fotografados tornem-se ainda mais especiais. São usados diversos tipos de papéis estampados e lisos, enfeites e claro, as fotografias que são o elemento principal de toda página de scrapbooking.

O Scrapbooking Digital tem exatamente o mesmo conceito, mas ao invés de usarmos papéis e elementos ‘reais’, utilizamos o computador como recurso.

Há alguns anos, algumas designers começaram a reproduzir esses papéis e elementos usados no scrapbooking artesanal e o processo de criar um layout é feito por meio de programas de edição gráfica como o Adobe Photoshop,  Adobe Photoshop Elements, Paint Shop Pro entre muitos outros.

Mas para que o seu layout de scrapbooking digital ganhe vida, é imprescindível que seja dado dimensão aos elementos utilizados. Usandos recursos como profundidade, sombreamento e iluminação, os elementos se tornam mais reais e a sensação é de que se está vendo uma página feita artesanalmente. Atualmente as scrappers tem procurado seguir por este caminho e tentam deixar os layouts cada vez mais parecidos com os artesanais. Para tanto é necessário ter algum conhecimento básico dos softwares escolhidos para trabalhar.

Porém isso não é um impecilho para que as pessoas que não conhecem esse tipo de programa não possam fazer o scrapbooking digital, existem também outros recursos como alguns softwares gratuitos que são praticamente auto explicativos. O que vale na verdade é deixar a criatividade fluir.

Atualmente, com a popularização da fotografia digital, encontramos no Scrapbooking digital uma maneira de deixar as fotos mais organizadas ou talvez até com uma apresentação mais charmosa e pessoal.

Um outro recurso muito utilizado entre as scrappers são os efeitos nas fotografias. Estes efeitos fazem com que a foto ganhe um destaque a mais, tornando-a mais atraente para quem vê. Este recurso tem a principal intenção de editar a fotografia, removendo espaços desnecessários, acertar a iluminação e o contraste, arrumar as cores e etc. Mas podemos dar um efeito interessante e diferente como transformar a fotografia em uma imagem parecida com os quadros de Andy Warhol, por exemplo.

Além de filtros usados no Photoshop, temos também um programa usado especialmente por fotógrafos profissionais, o Adobe Lightroom. [encontra-se disponível no site do fabricante uma versão para testes por uso em um tempo determinado].

Depois de criarmos vários layouts de scrapbooking digital, podemos imprimi-los em papel fotográfico e guardá-los nos álbuns comuns para scrapbooking artesanal ou então montarmos um fotolivro. Recurso que está muito na moda atualmente. A pioneira aqui no Brasil é a Digipix, eles disponibilizam um software de fácil utilização para a montagem das páginas de scrapbooking diretamente neste programa ou apenas para colocarmos as páginas prontas na ordem a serem impressas.

Existem muitos grupos de discussão sobre o assunto, inclusive fóruns destinados exclusivamente para esta finalidade.

Dicas:

– Lumapix [http://www.lumapix.com] é um software gratuito para fazer scrap digital. Pra quem quer começar e não tem familiaridade com o Photoshop ou o PSP, é bem interessante! Porém, super basiquinho! Tem alguns templates e materiais para usar.

– ScrapbookFlair [http://www.scrapbookflair.com] – programa gratuito com alguns templates prontos para montar layouts.

– Photoshop On Line [https://www.photoshop.com] – é gratuito e serve para editar as fotografias de forma prática e rápida.

– SplashUp [http://www.splashup.com] – Programa Online gratuito. É um editor de imagens que imita o Adobe Photoshop. Ele permite redimensionar a foto, recortar e até dar efeitos avançados como aumentar definição, embaçar, entre outros.

– Photoscape [http://www.photoscape.org] – gratuito, possui templates para a organização de fotografias.

Estas dicas são apenas um meio ‘alternativo’ para quem quer conhecer e começar o scrapbooking digital.

Eu recomendo um curso de Photoshop para aprender a usar bem o software, pois os recursos são ilimitados e com certeza valerá a pena o investimento.

Por hoje é só.

Beijocas e até a próxima.

Anúncios

3 comentários sobre “Scrapbooking Digital

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s